[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Entre as inúmeras decisões que precisam ser tomadas durante os preparativos para um casamento, talvez uma das mais marcantes seja a aparência. O visual impacta diretamente os convidados e deixa uma marca na memória. Portanto, definir os detalhes de decoração é uma tarefa minuciosa e exige consulta a especialistas.

Muitos fatores afetam na escolha da decoração para a cerimônia e a recepção. Segundo algumas das decoradoras mais conceituadas do mercado, os itens fundamentais para ter em mente antes de definir a ornamentação são: o local da festa, o estilo dos noivos e o orçamento.

Decoração de lounge feita pela Renata Stabile. Foto: Márcio Monteiro

Decoração de lounge feita pela Renata Stabile. Foto: Márcio Monteiro

A arquitetura do local não pode destoar totalmente da proposta visual. Uma decoração muito rústica talvez não combine bem em um salão de estrutura clássica. “Vamos criar o estilo da festa em cima dos gostos do casal e a da arquitetura do espaço”, revela Patrícia Constância, decoradora da Ser Constância.

Para projetos de decoração pensados especialmente para o Galeria Jardim, uma dica de especialista: “É importante saber usar bem o teto, o pé direito alto deve ser bem explorado para ter uma decoração de impacto!”, destaca a designer de eventos Viviane Grätz.

Uma vez escolhido o local e separadas algumas ideias, é essencial reservar um orçamento especificamente para a decoração e conversar com os profissionais responsáveis pela produção. “Tendo em mente o local e o orçamento disponível, nós vamos pesando como usar melhor a decoração para causar o maior impacto visual possível dentro do sonho do casal”, esclarece Grätz.

“Os noivos devem ser super claros com relação ao orçamento desde o início”, diz a decoradora Renata Stabile, explicando que o profissional fará o projeto baseando-se naquele valor disponível, incluindo o máximo de detalhes possíveis e tentando evitar qualquer custo extra.

Casamentos com decoração intimista estão em alta

Nos últimos anos, aumentou a procura por cerimônias com um ar mais íntimo, aproximando noivos e convidados. E a concepção da decoração acompanhou essa tendência, fugindo de extravagâncias.

“As decorações estão cada vez mais aconchegantes. Os casamentos tendem a seguir uma tendência ‘mais amor, menos show’, mais intimistas”, contou Renata Stabile, que trabalha com propostas bastante personalizadas.

O toque de objetos pessoais na decoração de Viviane Grätz Foto: 18 Elementos

O toque intimista com objetos pessoais de Viviane Grätz
Foto: 18 Elementos

Na mesma linha, Viviane Grätz acredita que o local do casamento deve ser quase uma extensão da casa dos noivos. “Acho fundamental que a decoração conte um pouco da personalidade do casal, que tenha a cara deles e não seja genérica. Tudo mostra um pouco do que eles são: cores, estampas, flores, fotos… A decoração em si é a tangibilização do estilo do casal.”

Para isso, vale incorporar objetos pessoais, móveis de família e muitas fotos. Patrícia Constância, por exemplo, gosta de incluir porta retratos dos noivos em lounges espalhados pelo salão, compondo uma espécie de sala de visitas. Essa ideia é ótima para espaços amplos e abertos, que ficam mais aconchegantes se divididos em pequenos ambientes.

Cerimônias ao ar livre no campo também fazem parte dessa proposta mais acolhedora, já que transmitem a sensação de que os noivos estão celebrando sua união nos jardins da própria casa. E as decoradoras também gostam dessa temática ao ar livre. “No Galeria Jardim, por exemplo, há a possibilidade de explorar totalmente o jardim e não usar o salão, caso faça um dia lindo. A cerimônia entre as árvores é única, um caso de amor à parte. Um clima lúdico e integrado à natureza”, completa Renata Stabile.

Veja mais do trabalho das decoradores na galeria de fotos abaixo

Por Katryn Dias

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][us_gallery ids=”5255,5256,5249,5257,5264,5259,5262,5258,5266,5260,5261,5251,5253,5254,5250″ columns=”5″ indents=”1″][/vc_column][/vc_row]

%d blogueiros gostam disto: